Arquivo mensal: julho 2012

Convite Diocese de Cajazeiras para a JMJ 2013

Anúncios

Encerramento da Pré-JMJ Rio 2013

Neste final de semana aconteceu o maior evento pré-JMJ realizado até o momento no Brasil. O Encontro “Preparai o Caminho”, que reuniu milhares de jovens no estádio do Maracanãzinho, no Rio de janeiro.
O Encontro foi marcado pelas celebrações eucarísticas com a participação do Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni d’Aniello, do Arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta e de Dom Raymundo Damasceno, presidente da CNBB. Bem como, pelos concertos, conferências e o lançamento de uma campanha de arrecadação de fundos para a JMJ.
Para mais informações sobre a campanha de doação e como ajudar, visite o site.

Preparai o caminho: “A jornada é nossa” Leia o resto deste post

Papa Bento XVI fala sobre sua expectativa para a JMJ 2013

Ontem antes da oração do Ângelus, o Papa pediu aos fiéis que redescubram a importância de saciar não só a fome material, mas também, e, sobretudo, a fome mais profunda que é a de Deus, da verdade e de amor através da participação na Santa Mesa Eucarística, sempre de forma fiel e responsável.
O Papa salientou que “Jesus não é um rei da terra que exerce o domínio, mas um rei que serve, que se curva até o homem para saciar não só a fome material, mas, sobretudo, a fome de algo profundo, a fome de orientação, de sentido, de verdade, a fome de Deus”, disse.
Ao explicar o milagre dos pães, o Santo Padre assinalou que “Jesus não nos pede aquilo que não temos, mas nos faz ver que se cada um oferece aquele pouco que tem, o milagre pode sempre acontecer: Deus é capaz de multiplicar o nosso pequeno gesto de amor e nos tornar participantes do seu dom”?
A insistência sobre o tema do “pão” que é partilhado e o render graças evocam a Eucaristia, o Sacrifício de Cristo para a salvação do mundo. O evangelista observa que a, Páscoa, a festa, estava próxima. O olhar se orienta para a Cruz, o dom de amor, e para a Eucaristia, a perpetuação deste dom: Cristo se faz pão de vida para os homens”, completou o Pontífice.
Citando Santo Agostinho, o Papa afirmou que “para que o homem pudesse comer o pão dos anjos, o Senhor dos anjos se fez homem. Se Ele não se fizesse homem não teríamos seu corpo; não tendo o corpo propriamente dele, não comeríamos o pão do altar”, assim sendo a Eucaristia “é o permanente grande encontro do homem com Deus, no qual o Senhor se faz alimento, dá a Si mesmo para nos transformar Nele”. Leia o resto deste post

“Quem compra voto está se preparando pra roubar”, diz Dom Delson Pedreira da Cruz bispo de Caicó

Fonte: http://www.agitacaovip.com/noticias

A Igreja Católica, através de suas dioceses e paróquias vem empunhando uma campanha contra a corrupção eleitoral e, principalmente a compra e venda de votos nestas eleições. Em Caicó não poderia ser diferente. Em entrevista à Rádio Caicó AM, o bispo Dom Manuel Delson Pedreira da Cruz externou sua preocupação e repúdio aos políticos que usam da prática de comprar, não apenas o voto, mas a consciência e a dignidade dos seus eleitores.

 

Para o bispo, a sociedade só estará contribuindo para o desenvolvimento de seu município, se votar de forma consciente, sem ser vítimas dos que abusam do poder econômico, da máquina pública para vencer as eleições. “As pessoas devem estar conscientes de que o voto é um instrumento democrático, para que o cidadão colabore na mudança da sociedade, na melhoria dos aspectos que a comunidade está esperando que mude. Se alguém vende o voto, está perdendo a oportunidade de fazer essa mudança”, explicou. Na entrevista, dom Delson condenou a prática da compra de votos, chegando a dizer que dentre os interesses escondidos na ação, está o de desviar recursos públicos.

 

“Quem compra o voto não vai respeitar os direitos do cidadão. Quem compra o voto vai administrar as coisas em favor do seu interesse pessoal, vai desviar recursos públicos. Porque quem compra voto está se preparando pra roubar. É crime, isso é evidente e não tem pra que esconder. Se o cidadão está comprando voto, qual é a intenção dele? Ele vai ter que recuperar esse dinheiro que está gastando. E é contra a lei, é crime. Nós esperamos que a população se consciente disso, não venda o voto e não se deixe vender, e eleja de acordo com a sua consciência, vendo os candidatos que realmente tem condições de fazer uma boa administração, em prol do nosso município”, finalizou