Com perda mensal de 5%, volume do açude de Itaporanga cai a 37. Queda hídrica atinge Vale inteiro

Previsão indica chuvas regulares somente para fevereiro do próximo ano, o que deve agravar ainda mais a situação hídrica do Vale
Por Redação da Folha 

O volume do açude de Cachoeira, que abastece Itaporanga, caiu para 37% no começo deste mês, conforme a Agência Estadual de Gestão das Águas (AESA).

Hoje o reservatório tem pouco mais de 3,5 milhões de metros cúbicos d’água e poderá secar em 7 meses, caso não chova fortemente nesse período, o que seria um desastre para a maior cidade do Vale, que não tem outra fonte de abastecimento.

Atualmente vivem na área urbana de Itaporanga mais de 17 mil pessoas, que consomem um grande volume d’água diariamente. E o consumo é maior nesse período em função da quentura. O açude perde, em média, 5% d’água por mês, um ritmo que pode levá-lo ao esgotamento até meados do próximo ano, caso as chuvas até lá não sejam suficientes para repor a perda hídrica. 

A exemplo de Cachoeira, outros grandes reservatórios regionais também estão secando rapidamente. O açude Saco, de Nova Olinda, o segundo maior do Vale, tem menos de 6% de seu volume total, que é de 97,4 milhões de metros cúbicos, conforme apurou a Folha (www.folhadovali.com.br).

O açude Poço Redondo, de Santana de Mangueira, tem capacidade para 8,9 milhões de metros cúbicos, e, atualmente, acumula apenas 23% d’água. Na Santana dos Garrotes, o açude Queimadas igualmente está penando: dos 11,62 milhões de metros cúbicos d’água que possui, restam 24%.

Em Santa Inês, o açude homônimo está com 20% dos 26,1 milhões de metros cúbicos que possui. O açude Emas, que também leva o nome da cidade, apresenta-se com 21% de sua capacidade máxima. O reservatório tem 2,013 milhões de metros cúbicos.

Em Catingueira, o Cachoeira dos Cegos, terceiro maior reservatório do Vale com 71,8 milhões de metros cúbicos d’água, está com apenas 31%

No município de Igaracy, o reservatório Cochos possui 4,1 milhões de metros d’água, mas está com 38% do seu volume máximo.

Em Conceição, o açude Condado, maior do município, está com 45% do seu volume total (35,016 milhões de metros cúbicos). O Serra Vermelha, que abastece a cidade conceiçoense, está com 29% dos 11,08 milhões de metros cúbicos d’água que possui. Já o Video, que tem 6,04 milhões, guarda 57% de sua capacidade.

O Coremas Mãe D’água, o maior da região, localizado no município de Coremas, tem capacidade para comportar 1,358 bilhão de metros cúbicos, e está agora com 48,7% de seu volume máximo.

No município de Aguiar, o Frutuoso II, com capacidade para comportar 3,51 milhões de metros cúbicos, está com 46%.

Previsões até dezembro – Segundo a AESA, as previsões climáticas não apontam para precipitações nos próximos dias, mas até dezembro há possibilidade de chuvas isoladas. Conforme ainda o órgão, as precipitações deverão cair com mais regularidade a partir de fevereiro de 2013. Foto: Cachoeira cada vez mais seco.

Anúncios

Publicado em 29 de outubro de 2012, em Notícias, SECA e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s