Brasil comemora hoje, o Dia Nacional do Forró

Fonte: Primeira edição Com Ministério da Cultura e agências

Data é uma homenagem ao dia do nascimento de Luiz Gonzaga

Homenagem ao Centenário de nascimento de Luiz Gonzaga

Homenagem ao Centenário de nascimento de Luiz Gonzaga

Nesta quinta (13), é comemorado o dia de um dos gêneros mais representativos da música brasileira, o Dia Nacional  do Forró. A data é uma homenagem ao dia do nascimento de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.

Luiz Gonzaga, grande compositor, cantor e instrumentista, foi um artista importante na consolidação do forró como gênero musical de grande representatividade para a identidade brasileira. Conta a história do povo nordestino.

O Dia Nacional do Forró foi instituído pela Lei nº 11.176, sancionado pelo ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, em 6 de setembro de 2005, e teve origem no projeto de Lei nº 4265/2001, de autoria da deputada federal Luiza Erundina (PSB/SP).

Forró Tradicional

O forró tradicional é constituído por sanfona, zabumba e triângulo. Antes preso somente ao Nordeste e aos festejos juninos, as letras descreviam o sofrimento, lamentação do povo nordestino e a migração a partir da década de 40 para o sudeste. Um gênero musical genuinamente brasileiro e renovação da nossa identidade cultural. Reconhecê-lo como parte integrante e fundamental de nosso patrimônio imaterial é incentivar a continuidade do forró tradicional.

Uma viagem pelas raízes da música popular nordestina em grandes composições e interpretações de artistas como: Dominguinhos, Flávio José, Geraldo Azevedo, Marinês, Jorge de Altinho, Alceu Valença, Alcymar Monteiro e Elba Ramalho entre outros personagens com influências na esfera social e histórica desta dança originalmente popular.

Forró Eletrônico

A tecnologia trouxe um “avanço” no gênero musical, o que chamamos hoje de forró eletrônico. O surgimento de bandas grandiosamente aparelhadas deu novo rumo ao ritmo. Foi modificado e habilmente manipulado pela indústria cultural para que se constitua num modismo e possa vender mais bens culturais e render mais lucro aos investidores empresariais.

Hoje, estas bandas promovem uma linguagem romântica, enfocada no cotidiano, nas belezas naturais de um Nordeste menos sofridos, mais alegre e moderno. Dentre as maiores do Brasil podem ser citadas; Calcinha Preta, Magníficos, Mastruz com Leite, Limão com Mel, Noda de Caju, Gatinha Manhosa e Aviões do Forró.

“Só se pode falar de cultura brasileira na acepção de uma entidade complexa e fluida que não corresponde a uma forma dada, senão a uma tendência em busca de uma autenticidade jamais lograda plenamente”, afirmou o historiador, Darci Ribeiro.

 

Anúncios

Publicado em 13 de dezembro de 2012, em BRASIL, CULTURA e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s