Fogueira no coração

Coracao-em-chamasAs festas juninas são bela tradição brasileira que ao contrário de outras estão se fortalecendo. Esses momentos de encontro e celebração da vida têm origem
na vida rural, na comemoração das colheitas. E na cultura portuguesa, em especial do santo mais venerado lá, o lisboeta Antônio. 13 de junho é a data de sua morte, ou melhor, de sua “transvivenciação”, acontecida em Pádua, na Itália. A véspera, 12 de junho, foi escolhida no Brasil como o dia dos namorados, pelo o tanto de amor que Santo Antônio “casamenteiro” semeou. é  gostoso dançar quadrilha e saborear os quitutes, mas o que mais vale, nos festejos juninos, é “acendar a fogueira” nos nossos corações. Aquela que acende de justiça social o amor entre as pessoas e transforma essa sociedadetão individualista.

Fonte: Chico Alencar, autor de Educar na esperança em tempos de desecanto. ED. Vozes.

Anúncios

Publicado em 13 de junho de 2013, em CULTURA e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s