Arquivo mensal: setembro 2013

Relembrando: Colégio Diocesano de Itaporanga-PB, terceiro colocado nos Jogos Escolares da Juventude 2013

DIOCESANO-PB GOLEIA PIAUÍ E FICA COM A MEDALHA DE BRONZE NO HANDEBOL MASCULINO NOS JOGOS ESCOLARES DA JUVENTUDE

diocesanoperdenasemifinalfonte:LUIZ CARLOS ROQUE /PRÉ-TEMPORADA / Com informações de Ismael Fernandes

O Colégio Diocesano de Itaporanga encerrou na tarde deste sábado a sua participação nos Jogos Escolares da Juventude 2013. Jogando no Ginásio Maristela, em Natal, os paraibanos golearam o Ofélio Leitão, do Piauí, por 26 a 10, e ficaram com a medalha de bronze na 2ª Divisão do handebol masculino. O título da competição ficou com o Colégio São Francisco de Assis, do Maranhão, que venceu na final o CE Agostinho Stefanello, do Paraná, por 21 a18. Leia o resto deste post

Padre Zé: Servo por Amor.

foto: Tela pintada por Andrea Cassimiro e Ana Flavia Cassimiro, a foto é de 1955 a original pertence a Petronila Neves diretora do Colégio diocesano.

Numa noite de fadiga, sobre o barco em alto marO céu começa a clarear, a tua rede está vaziaMas uma voz que te chama, te mostrará um outro mar

E sobre muitos corações a tua rede lançou

Doou a tua vida, como Maria, aos pés da cruz (e foi)

Servo de cada homem, servo por amor, sacerdote de Itaporanga.

Caminhavas no silêncio, esperando além da dor

Que a semente que tu lançavas, num bom terreno germinasse. (e germinou)

o coração exulta porque o campo já está dourado

O grão maduro pelo sol no celeiro pode entrar.

 
Poema adaptado da música Servo por Amor do Compositor: Gen Rosso-itália

Padre Zé um grande benfeitor de Itaporanga

Monsenhor José Sinfrôniopor Juventude de Itaporanga

O monsenhor José Sinfrônio foi o maior benfeitor de Itaporanga, sendo responsável pela construção de importantes obras no Vale do Piancó e pela formação educacional de milhares de jovens, através do Colégio Diocesano, hoje muitos doutores espalhados pelo Brasil e Mundo.
Pe. Zé carinhosamente chamado foi um grande Sarcedote desta região sempre preocupado com o seu povo nunca media esforços para ajudá-los, os escutava, aconselhava e tratava bem a todos que sempre o buscava, tanto para ajuda finaceira como espiritual. por isso que até hoje é lembrado por todos.
Foi administrador Paroquial em diversas Paróquias e Capelas do Vale do Piancó, Paróquia em Pedra Branca, Boa ventura, Diamante e Capela do Distrito de Varzante, Capela de Curral Velho, Paróquia em São José de Caiana e Capela de Serra Grande. Dentre as diversas ações do monsenhor, em Itaporanga, destaca-se: construção do Colégio Diocesano ‘Dom João da Mata’; construção da Estátua do Cristo Redentor; criação da Filarmônica ‘Cônego Manoel Firmino’; ampliação da Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição; criação da Gráfica ‘Monsenhor José Sinfrônio’; viabilidade da vinda de Energia Elétrica para Itaporanga, após pedido feito pessoalmente ao presidente JK; construção do Hospital Distrital; viabilidade da Telefonia; criação da Casa do Menor ‘São Domingos Sávio’; entre tantas outras importantes ações que ajudaram no desenvolvimento do município de Itaporanga.

7° Anivessário de Morte do Mosenhor José Sinfônio (Padre Zé)

pe-ze24/05/1924

19/09/2006

“E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna.” (Mateus 19:29)

O dia 19 de setembro, em vista da morte de Pe. Zé, algumas repartições públicas não funcionarão e boa parte dos comerciantes ja anunciaram que funcionarão por meio turno. As homenagens a Padre Zé começarão logo cedo com uma alvorada com a Banda Filarmônica Cônego Manoel Firmino a partir das 4h e em seguida às 6h, alunos do Colégio Diocesano farão uma visita ao Túmulo do Monsenhor José Sinfrônio. Durante todo o dia o local será visitado por muitas pessoas que ainda fazem memória pelos grandes benefícios que Pe. Zé deixou em nossa cidade. À noite ainda haverá Missa às 19h na Igreja Matriz, logo após apresentação da Filarmônica Cônego Manoel Firmino e uma apresentação pela  primeira vez de um quinteto de palhetas que tem por nome de “Quarteto de Palhetas Monsenhor Sinfônio” uma homenagem feita pelos  músicos de Itaporanga.