Papa Francisco celebrou ontem seus 44 anos de sacerdócio

fonte: aci digital
Padre_Bergoglio_recien_ordenadoO Padre Jorge Mario Bergoglio quando era um jovem sacerdote jesuíta (Foto Companhia de Jesus Argentina)

Em 13 de dezembro de 1969, quatro dias antes de cumprir 33 anos de idade, o jesuíta Jorge Mario Bergoglio, hoje Papa Francisco, foi ordenado sacerdote pelo Arcebispo Emérito do Córdoba (Argentina), Dom Ramón José Castellano.

Aquele 13 de dezembro foi um sábado, véspera do terceiro domingo de Advento. Na liturgia da Igreja, este dia é conhecido como o domingo Gaudete ou Domingo da Alegria, para muitos a característica mais marcante do Pontificado do Papa Francisco.

Em seus primeiros anos como sacerdote, Jorge Mario Bergoglio contnuou sua formação como jesuíta entre 1970 e 1971 na Espanha. Em 22 de abril de 1973 emitiu seus compromissos perpétuos na Companhia de Jesus.

Quando retornou à Argentina foi professor na faculdade de teologia San José na localidade de San Miguel (nos subúrbios de Buenos Aires), reitor do Colégio Jesuíta e, à idade de 36 anos, foi designado Provincial dos jesuítas da Argentina.

O Papa, que desde cedo no seu ministério esteve envolvido no apostolado juvenil compartilhou algumas reflexões sobre o tema na Jornada Mundial da Juventude Rio 2013 na missa com sacerdotes, religiosos e seminaristas na Catedral do Rio de Janeiro no Sábado, 27 de julho:
“Muitos de vocês, queridos bispos e sacerdotes, senão todos, vieram acompanhar seus jovens à Jornada Mundial. Eles também ouviram as palavras do mandato de Jesus: «Ide e fazei discípulos entre todas as nações». É nosso compromisso de Pastores ajudá-los a fazer arder, no seu coração, o desejo de serem discípulos missionários de Jesus.

“Ajudemos os jovens. Estejam os nossos ouvidos atentos para escutar as suas ilusões – tem necessidade de ser escutadas –, para ouvir os seus sucessos, para ouvir as suas dificuldades. É preciso sentar-se, talvez escutando o mesmo relatório mas com uma música diversa, com identidades diferentes. A paciência de escutar: isto lhes peço com todo o coração. No confessionário, na direção espiritual, no acompanhamento. Saibamos perder tempo com eles. Semear custa e cansa; cansa muitíssimo! É muito mais gratificante alegrar-se com a colheita! Vejam a nossa esperteza! Todos nos alegramos mais com a colheita, e todavia Jesus nos pede para semear, e semear com seriedade”.

“Não poupemos forças na formação da juventude!”, concluía o Papa Bergoglio

Anúncios

Publicado em 14 de dezembro de 2013, em PAPA FRANCISCO e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s