Reflexão do Evangelho da Exaltação da Cruz (Mateus 1,1-16.18-23 ou 18-23)

pascoa_via.sacra012O CRISTO DA CRUZ

Também hoje, Jesus quer ser por nós reconhecido e aceito, amado e seguido. Mas não basta que o proclamemos Messias, como Pedro fez. Pois esse título não deixa de ser ambíguo, podendo definir tanto o Messias verdadeiro como o falso; o Messias pobre e sofredor, que dá a vida para salvar a humanidade, ou o Messias político e triunfalista, destruidor de inimigos.

O que importa é que sejamos capazes de vislumbrar nele o Filho de Deus, que veio revolucionar o mundo pela força do amor e do perdão. Aceitou o caminho da cruz para resgatar nossa vida e a humanidade inteira.

Mas, mesmo reconhecendo no homem de Nazaré o Messias verdadeiro, não podemos dar-nos ao luxo de aceitar apenas suas feições mais agradáveis. Cabe-nos aceitá-lo, amá-lo e segui-lo também na hora em que se nos apresenta com suas duras exigências.

É fácil, por exemplo, aceitar o Cristo do Natal ou da “Noite feliz”. Difícil é aceitar o compromisso de renascer com ele a cada dia, de renovar-nos no espírito e no coração.

É fácil aceitar o Cristo dos milagres, que cura os doentes e multiplica o pão. Difícil é aceitar o Cristo que nos manda servir doentes e sofredores e repartir nosso pão com quem tem fome.

É fácil aceitar o Cristo dos discursos bonitos, a falar verdades e a desmascarar as injustiças dos poderosos. Difícil é aceitar o Cristo que denuncia também nossas próprias mentiras e injustiças.

É fácil aceitar o Cristo da última ceia, transbordante de ternura pelos amigos. Difícil é aceitar o Cristo que não reage à traição, às algemas e à condenação injusta.

É fácil aceitar o Cristo da vitória e da ressurreição. Difícil é aceitar o Cristo da crucificação.

Mas Cristo quer ter a liberdade de ser ele próprio; cabe a nós reconhecê-lo e amá-lo por aquilo que é. E isso para não corrermos o risco de, um dia, não sermos reconhecidos por ele.

Pe. Virgílio, ssp

Anúncios

Publicado em 14 de setembro de 2014, em REFLEXÕES e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s