04 de outubro: Viva São Francisco de Assis !

francisco_04_10Outubro, um mês de ricas festas, entra no cativante momento de celebrar São Francisco de Assis. Ele é Padroeiro da Itália e de muitas igrejas que estão no mundo inteiro, Padroeiro de capelas, lugares, parques e jardins e Patrono  da Ecologia. Suas três Ordens alegram-se em solenes liturgias e momentos muito especiais. A Juventude Franciscana vibra. Todas as famílias religiosas, inspiradas em seu modo de vida, marcam este momento com muita criatividade celebrativa.  Por viver de bem com a vida, fez da sua morte um ritual de passagem sereno e cantante, é o seu emocionante e sereno  Trânsito.

O mundo não é indiferente ao Pobre de Assis. Ele é uma bênção na história. Humanos e animais fazem fila para serem abençoados. Está em todos os cantos, onde lembrar a vida e seus cuidados se faz necessário. Ele é onipresente em todas as feiras de artesanato, em lojas de presentes, em múltiplas imagens, canções, musicais, filmes e teatros. A humanidade o representa e o torna vivente lá onde o humano é mais humano, um humano possível, um quadro simpático do jeito de Deus reentrar na história. Francisco faz Deus tornar-se mais doméstico. Em meio aos escombros da nossa fragmentação modernosa, ele aponta uma lenta e fervorosa reconstrução.

Lá vai São Francisco reconstruindo a nossa inocência perdida; fazendo devagar um caminho passo a passo. Ele teve tempo de ser peregrino e forasteiro andando pela vida sem pressa hiperativa. Com olhar e prece contemplativa nos ensinou a louvar tudo o que existe. Lá vai São Francisco homem santo, primitivo, arcaico, fonte de inesgotáveis mananciais, um moderno que revela um futuro traçado por muitos   sonhos. Lá vai São Francisco levando oito séculos de vida original e originante. Lá vai São Francisco dizendo para nós que a história não é um amontoado de ruínas, mas que podemos erguer espaços sagrados onde habita um humano excluído e chagado.

Como os sonhados projetos deste jovem medieval valem ainda nos dias de hoje! É preciso construir casas em meio a sendas perdidas. É preciso repensar um modo de existir franciscanamente no mundo. Nós precisamos deste Poverello para nos achar em meio a labirintos consumistas. Ele nos ensinou que decisão é cisão; que grandes escolhas comportam certas rupturas. Ele permanece como uma grande provocação para ser o que temos que ser. Ele nos mostrou que o simples é inteiro, que ser santo é resgatar a nossa identidade. Ele atravessa épocas porque continua sendo uma promessa de realização humana. Por isso que vale a pena celebrá-lo neste 04 de outubro! Viva São Francisco de Assis!

Frei Vitório Mazzuco

Anúncios

Publicado em 4 de outubro de 2014, em SANTOS e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s