O homem da confiança de Deus.

Fratres in Unum.com

Por Pe. José Eduardo de Oliveira e Silva – Ele amou a Cristo e Sua Mãe com toda a intensidade do seu coração jovem e viril, sem nunca questionar, sem receber nenhuma paga além do puro e simples amor.

Justíssimo, jamais duvidou. Ante a misteriosa gravidez, cogitou fugir, aceitando assumir a eventual culpa para salvar aquela que sabia ser integríssima, virginíssima, pura.

São José 2

Prudentíssimo, era a ele que Deus descortinava os planos de ação: ora receber Esposa e Filho, ora fugir ao Egito, ora voltar de lá. Recomeçando tudo várias vezes, sem murmurar, obedecendo.

Glória da vida doméstica, com seus braços fortes, vertia quotidianamente seu suor, para sustentar Aquele que sustenta todas as coisas, mas não se podia sustentar como Menino. Calejou suas mãos sobre o lenho, por Aquele que sobre o lenho as chagaria para nos salvar.

Nenhum homem tão fiel, nenhum amou tanto. Foi aquele que conquistou o Imaculado…

Ver o post original 166 mais palavras

Anúncios

Publicado em 21 de março de 2015, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s