Arquivo mensal: maio 2015

Juventude católica francesa: cansada de progressismo eclesiástico e laicismo político, sedenta de uma sociedade com valores morais.

§|Olhar Católico|§

Inesperada: emerge na Franca uma nova geração de católicos cada vez mais conservadores e comprometidos coma renovação moral do país, que dá as costas ao clero progressista e aos decrépitos “valores republicanos” do laicismo, com um forte sentido de militância

Por Luis Dufaur / Alejandro Ezcurra Naón | Tradução: §|Olhar Católico|§ – Este fato não se restringe a França, mas é lá onde se manifesta com a face mais evidente de um fenômeno que é mundial (1): uma nova leva de católicos comprometidos na defesa da instituição familiar e na observância da moral na sociedade.

Pastores que se distanciam do rebanho

Por suas características, esta juventude tem causado consternação a Conferência Episcopal francesa, afirma o vaticanista Jean-Marie Guenóis na revista “Figaro Magazine”. Acontece – explica – que o episcopado francês está com “má consciência” por ter flertado durante décadas com o socialismo e o comunismo, sob o pretexto de “conquistar…

Ver o post original 999 mais palavras

Papa: é o feio um cristão que segue Jesus e a mundanidade

Ide e Anunciai

2015-05-26 Rádio Vaticana

Terça-feira, 26 de maio: é feio ver um cristão que segue Jesus e a mundanidade – esta a principal mensagem do Papa Francisco na Missa em Santa Marta. O Santo Padre destacou que não pode haver um cristianismo pela metade, não se pode ter o céu e a terra.

Na liturgia do dia, Pedro pergunta a Jesus o que os discípulos ganhariam seguindo-o: uma pergunta feita depois de o Senhor dizer ao jovem rico que vendesse todos os seus bens e os desse aos pobres. O Papa observou que Jesus responde numa direção diferente da que os discípulos esperavam: não fala de riquezas, mas promete a herança do Reino dos céus “com a perseguição e com a cruz”.

“Por isso, quando um cristão é apegado aos bens, faz uma triste figura, como se quisesse as duas coisas; o céu e a terra. E o termo de comparação está…

Ver o post original 123 mais palavras

Reflexão para a Solenidade de Pentecostes

Ide e Anunciai

2015-05-23 Rádio Vaticana

Cidade do Vaticano (RV) – O Evangelho de João nos apresenta Jesus, na tarde do Domingo de Páscoa, soprando o Espírito sobre seus discípulos, que estão reunidos no Cenáculo a portas fechadas com medo dos judeus.

Colocar Jesus agindo na tarde de Páscoa significa que Ressurreição e Pentecostes estão unidos. O Espírito vem quando a Comunidade está reunida para celebrar a memória da morte e ressurreição de Jesus.

O sopro de Jesus, dando o Espírito, nos recorda o sopro do Pai sobre o homem feito de barro, dando-lhe a vida. Jesus sopra sobre a Comunidade dando-lhe Vida, criando a Igreja.

Estar com as portas fechadas significa o bloqueio em que se encontram para testemunhar Jesus Ressuscitado. É a presença do Espírito que leva à continuidade da missão do Senhor, a instaurar a vitória da Vida.

Medo é sinal de morte, por isso eles, sem o Espírito estão…

Ver o post original 296 mais palavras

Pentecostes