Arquivos do Blog

I MOSTRA DE BANDAS MARCIAIS ESCOLARES DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO EM ITAPORANGA – PB

11751514_847557118664134_643189726_oCONVITE
A cidade de Itaporanga tem a honra de prestigiar a I MOSTRA DE BANDAS MARCIAIS ESCOLARES DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO através da 7° Gerência Regional de Ensino e Gerência Estadual de Bandas Escolares da Paraiba, vem por meio deste, convida-lo(a) à apresentação que acontecerá no dia 19 DE JULHO DE 2015, as 16h na Av. Getúlio Vargas com a presença das Bandas Marciais de diversas cidades do sertão paraibano.
certos de sua presença, agradecemos desde já

Jovens Músicos de Itaporanga participaram do Concerto natalino do PRIMA em João Pessoa – PB

Fotos: Facebook/prima.prima

Na ultima terça-feira (17) cerca de 400 alunos do Programa de Inclusão Através da Música e das Artes (Prima) realizaram o concerto dprima 3e Natal  na Praça do Povo do Espaço Cultural, em João Pessoa, e um grupo de crianças e adolescentes do Polo do PRIMA de Itaporanga participaram do evento onde puderam nos representar e mostrar suas habilidades musicais.  O repertório incluiu Mulher Rendeira – clássico da música regional – Fanfarra para o Homem Comum, de Aaron Klopand, além da cantata Carmina Burana. Leia o resto deste post

Morre, aos 87 anos, escritor paraibano Ariano Suassuna

ariano suassuna 1Escritor estava internado em Recife desde a segunda-feira (21) e morreu após sofrer parada cardíaca.

Fonte: Jornal da Paraíba – Morreu nesta quarta-feira (23), aos 87 anos,o escritor, dramaturgo e poeta paraibano Ariano Suassuna. Ele estava internado desde a noite de segunda-feira (21) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Português, em Recife, onde foi submetido a uma cirurgia na mesma noite após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) do tipo hemorrágico.  Segundo a unidade hospitalar, Ariano sofreu uma parada cardíaca, às 17h15

Após passar por uma cirurgia ainda na segunda, Ariano teve uma piora na noite de terça-feira (23).O escritor teve uma queda de pressão arterial e a pressão intracraniana ficou muito elevada, conforme informado pelo boletim hospitalar.  A hipertensão intracraniana foi o que causou a parada cardíaca do escritor.

No ano passado, o escritor sofreu um infarto, e dois dias depois de receber alta, deu entrada novamente no hospital por causa de um aneurisma cerebral.

A vida de Ariano

Ariano Vilar Suassuna nasceu na capital paraibana no dia 16 deariano suassuna junho de 1927. Em diversas de suas famosas aulas-espetáculos ao redor do Brasil, contava a história de seu nascimento lembrando-se de quando foi proibido de entrar no Palácio da Redenção por não usar gravatas (gostava de usar ternos pretos e camisas vermelhas, cores do seu time do coração, o Sport Club do Recife): “Eu já tinha entrado ali nu”, brincava Ariano, que era filho de Clarissa Vilar e João Suassuna, então presidente da Paraíba entre 1924 e 1928, assassinado quando o filho tinha apenas três anos – evento traumático que influenciou profundamente sua obra.

O autor do monumental O Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta (1971), poeta, desenhista e dramaturgo de clássicos dos palcos como O Rico Avarento (1954), Auto da Compadecida (1955) e Farsa da Boa Preguiça (1960), radicou-se no Recife (PE) no início dos anos 1940. Foi lá que se formou em Direito e conheceu Hermilo Borba Filho, com quem fundou o Teatro do Estudante de Pernambuco (TEP) em 1946. Foi com o TEP que notabilizou-se no teatro.

O padrinho do Movimento Armorial dedicou-se também ao magistério e à política cultural. Era membro das Academias Paraibana, Pernambucana e Brasileira de Letras, onde ingressou em 1990, ocupando a cadeira de nº 30. No início do ano, foi homenageado em João Pessoa com a medalha José Américo de Almeida. Na ocasião, diante de uma multidão reunida na Estação Cabo Branco, mais uma vez cativou o público com sua simpatia: “Eu tenho uma vocação danada para ser barrado nos lugares. Vou pendurar isso (a medalha) no pescoço e quero ver se alguém vai me barrar agora”. Deixou inédito seu novo romance, que escrevia desde 1981 e que contava com ilustrações feitas de próprio punho. O livro tem o título prévio de O Jumento Sedutor e a previsão de ser publicado pela Editora José Olympio.

3° FICA – Festival Itaporangense de Cultura e Arte

LOGO FICA 2013Começa hoje a terceira edição do FICA – Festival Itaporangense  de Cultura e Arte – o maior e melhor evento cultural da Paraíba, onde será mostrado tudo o que nossa tera produz neste setor. Não Perca! Dias 14 a 17 de novembro de 2013Quanto: Evento em praça pública, entrada gratuitaOnde: Avenida Getúlio Vargas, no centro de Itaporanga-PB

Idealizador Do Festival Conta Detalhes Do Evento.

O terceiro ano do FICA –  Festival Itaporanguense de Cultura e Arte,  está prestes a começar, e o seu idealizador Paulo Rainério Brasilino, ativista cultural, jornalista e também proprietário do site Portal do Vale, mesmo ainda se recuperando de um problema de saúde, com muito esforço pessoal e contando com a ajuda de amigos, empresários e com o apoio da prefeitura municipal de Itaporanga, mais uma vez celebrará este festival cultural que já  faz parte do calendário oficial de eventos do município e que se consolidou como sendo um dos maiores em todo o estado da Paraíba. Apropriadamente é bem certo compreender que o FICA veio mesmo para FICAR.
De acordo com Paulo Rainério, até o momento estão confirmadas as presenças de cerca de trinta artistas da terra,  número  que pode ainda aumentar, e é possível que nem os quatro dias do evento possa comportar toda essa nossa gama de artistas, que em suas mais variadas vertentes  irão dar uma boa amostra de todo o talento que possuem em suas apresentações ao se revezarem pelo palco do Festival Itaporanguense de Cultura e Arte – o FICA.
Entre algumas das atrações estão o Grupo Sonata, a cantora Rosário Carneiro e atendendo a muitos pedidos a volta da Banda Cabaçal.